DICAS

 

Depois de trabalhar 35 anos atendendo chamadas para conserto de geladeira doméstica, posso afirmar que quase 100% das pessoas que me procuraram para consertar suas geladeiras, não têm a mínima noção dos defeitos que ocorrem em seus aparelhos.  Vou listar abaixo alguns defeitos mais comuns.

 

      A – geladeira com a tomada ligada na energia:

             1 - A lâmpada que acendia normalmente quando se abria a porta, agora está apagada e o motor (compressor) parado; defeito provável = plugue ou tomada (interrompendo a energia)

             2 - Lâmpada acesa e o motor parado = defeito do automático termostático (onde se regula a temperatura), relê ou térmico protetor, algum fio solto, ou a pior hipótese, motor queimado.

             3 – Motor funciona, mas a geladeira não gela = falta de gás refrigerante, entupimento no sistema, falta de compressão.

 

      B – geladeiras frost-free obedecem aos mesmos itens acima, porem, por usar um outro sistema de distribuição de frio com ventilador forçador , degelo programado e um rele térmico que desliga a resistência de degelo a uma determinada temperatura, contam também com os defeitos desses itens.

 

Por muitas vezes, clientes chegavam à minha oficina perguntando quanto custava para colocar gás em geladeiras, porque o gás tinha acabado, e eu explicava que o gás de um sistema de refrigeração hermético não acaba nunca, não e consumido e só vaza se alguém ou alguma coisa furar ou quebrar os tubos de cobre e alumínio do mesmo... Chegando ao local, verificava que nem sequer o motor da geladeira estava funcionando, pois pra muita gente, geladeira que não gela, é porque acabou o gás.